O internauta via Smartphone: um potencial desperdiçado?

09 nov, 2015

Compartilhe:

Em maio de 2015 o Google começou a falar em Desenvolvimento da atividade de busca  comparando o número de usuários que realizam uma pesquisa na internet por meio de um desktop e aqueles que usam seus smartphones para realizar tal atividade. Pela primeira vez, os internautas da internet móvel ultrapassaram aqueles oriundos de um computador nos EUA, Japão e outros 8 países. 

Em meados de outubro de 2015 confirmou o vice-presidente sênior de busca do Google, Amit Singhal, que essa tendência na conferência Recode's Code Mobile, que aconteceu na Califórnia, e ainda acrescentou que esse é um fenômeno que pode ser observado a nível mundial. 

Para nós, usuários do aparelho móvel, esta previsão era um tanto quanto esperada. 

Busca do aparelho móvel em duas perspectivas: o usuário vs. o dono do website 

Nós, usuários de smartphones passamos várias horas dos nossos dias ocupados com o aparelho: seja para buscar informações, compartilhar algo com nossos amigos e conhecidos ou simplesmente surfar na internet. Isso nos torna, sobretudo, consumidores, e nós consumimos tudo aquilo que nos está disponível através dos websites. 

...Onde quer que estejamos.. 

Por outro lado, aqueles é que estão do outro lado da tela, disponibilizando os conteúdos que consumimos é que se aproveitam ou podem se aproveitar deste desenvolvimento. E não falamos aqui necessariamente das grandes empresas. Trata-se, na verdade, de pequenas ou microempresas, locais, que queiram ser encontradas online. 

Busca móvel - O que o cliente internauta da rede móvel de hoje quer?  

Este resultado foi publicado em agosto de 2015 em um artigo disponível no site searchenginewatch.com. O objetivo da pesquisa era analisar o comportamento de busca do usuário do aparelho móvel e encontrar soluções para atrair os adeptos da busca através do smartphone para websites específicos 

As grandes questões que sucedem "O QUE" e "QUANDO" 

Para entender melhor e analisar as necessidades dos usuários da internet móvel, pesquisadores entrevistaram 490 pessoas, que utilizam o aparelho para surfar na internet diariamente: 

  • • O que procura o usuário do Smartphone? 
  • • Quais informações os usuários dessa rede móvel querem encontrar nos sites que visitam? 
  • • Quais informações não interessam ao usuário do aparelho ou quais informações simplesmente não são necessárias para a busca?  

As perguntas a essas questões mostram não só um panorama sobre as necessidades da "Geração Smartphone", mas também uma classificação das suas preferências.  

A utilização do smartphone - Território já explorado?  

Cerca de 93% dos participantes de uma pesquisa responderam "SIM" para a pergunta se eles já haviam utilizado um smartphone. 

94% afirmar ter utilizado o aparelho para procurar por pequenas empresas locais. 

61% afirmam até fazer esta procura "frequentemente" em comparação àqueles que realizam a pesquisa "ocasionalmente" ou "diariamente" (24%).  

Mas o que é que procuram os "usuários da rede móvel"? 

Ao olhar a divisão dos setores de negócios mais pesquisadas de acordo com as respostas dadas aos questionários, percebe-se que o setor mais procurado pelos internautas é o Gastronômico, o termo restaurante lidera a lista com 90,2% da "preferência de busca"  

A lista continua com entretenimento, com 64%, varejo 58,2% e no final da lista, aparecem os profissionais liberais, como advogados, consultores fiscais, etc. 

A taxa percentual de cada setor revelada pelo questionário está a seguir: : 

  • Restaurantes - 90.2% 
  • Cinema, Eventos (Entretenimento) - 64.0% 
  • Varejo, Vendas - 58,2% 
  • Saúde/Beleza/Fitness - 47,9% 
  • Postos de Gasolina, Oficina mecânica, lava-jato (Indústria automotiva) - 41,5% 
  • Médicos, Farmácia (Saúde) - 40,4% 
  • Hotel, Aluguel de carro (Turismo) - 35,3% 
  • Encanador, chaveiro (Prestação de serviços) - 32,0% 
  • Loja de bicicletas, campos de golfe etc. (Recreação) - 23,5%  
  • Advogados, Consultores fiscais, etc. (eng. Professional Services) - 21,5% 

O Internauta da rede móvel na correria do dia-a-dia  

WO que acontece quando na correria do dia a dia nós procuramos na telinha do nosso smartphone um website que chama a nossa atenção?  

O que esperamos encontrar neste website? Quais informações são para nós indispensáveis? 

Em primeiro lugar, com cerca 88% dos votos, as informações de contato, tais como horário de funcionamento, foram eleitas como indispensáveis. 

Em segundo lugar (85%), possibilidade de contato por ligação telefônica 

Com 82%, o terceiro a informação mais procurada é o endereço com direções uteis. ;

Cerca de 70% dos participantes da pesquisa também esperam que o website consultado disponibilize aos internautas uma lista de preços ou uma lista contendo seus produtos e/ou serviços oferecidos. . 

O que é que os "Usuários da rede móvel" NÃO procuram?  

10% a 20% dos participantes da pesquisa consideram testemunhos, vídeos ou artigos de blogs como informações irrelevantes. Outros reclamaram sobre design ruins que dificultam as pesquisas (Botões ou fontes muito pequenas, falta de praticidade), ou mesmo sobre a demora para carregar o site. . 

A informação correta para o público alvo adequado.

Mesmo que o usuário da rede móvel não avalie informações adicionais como testemunhos e artigos relevantes, não significa que esses itens tachados de "extra" tenham uma influência negativa no ranqueamento do seu site. Trata-se apenas de reconhecer qual é a primeira necessidade do cliente e pensar sobre qual situação faz seus clientes procurar pelo seu negócio utilizando a rede móvel, o que move esses internautas e quais são as informações que ele necessita neste momento, situação e utilizando aquele aparelho. Aqui nós estamos falando sobre o grupo-alvo.

O que você pode fazer enquanto empresário local?  

Vamos supor que você tenha um consultório odontológico e um de seus pacientes precise entrar em contato com você porque ele precisa dos seus serviços com urgência. Ele sabe, no entanto, onde o seu consultório fica e como chegar lá, o que pode ser que ele já não saiba, e precisa neste exato momento, é saber o seu horário de atendimento e o número de telefone para que ele possa ligar no seu consultório e marcar um horário enquanto está a caminho  

ESeus futuros pacientes, que ainda não conhecem seu consultório, mas precisam urgentemente dos seus serviços, procurariam também o seu endereço e talvez até informações adicionais de como chegar no seu consultório. 

Um outro exemplo: 

Vamos supor que você atue no ramo da gastronomia e tenha uma pequena peixaria em uma cidade determinada. Para os seus clientes, que querem degustar uma boa refeição depois de um dia exaustivo de trabalho, ou durante o final de semana, seria importante obter as mesmas informações do caso acima do consultório odontológico: Endereço, número de telefone, horário de funcionamento.Outras informações adicionais que podem ajudar o cliente a optar pelo seu estabelecimento são informações tais como:  

  • Sua lista de produtos (Melhor ainda se os preços estiverem disponíveis)  
  • Se você oferece o produto apenas para viagem ou se ele pode ser preparado e degustado no local.  
  • Se você possui serviço de entrega ou o cliente deve buscar o produto no seu estabelecimento. 

Como empreendedor, você deve saber melhor do que ninguém o que oferecer aos seus clientes. A pergunta mais importante é como você deve disponibilizar estas informações também na web para os seus consumidores.  

Lista importante de afazeres para vocês:  

  • Consulte seu website através de um smartphone e pense quais outras informações podem ser relevantes para os clientes que procuram pelos seus serviços.  
  • Facilite a decisão de seus possíveis clientes pelos seus produtos ou serviços, disponibilizando todas as informações chaves sobre o seu negócio. 
  • Encurte o caminho para os seus clientes e ao invés de "eu preciso de..." para "Pedido/Comprar/Reservar".  
  • Nós esperamos que este artigo tenha ajudado você com dicas importantes sobre o tema website móvel. Consulte seu próprio website, coloque-se no papel do seu cliente e procure descobrir quais informações você procuraria por se estivesse a procura do seu serviços. 
  • Nós desejamos a você muito sucesso nesse caminho que leva a uma melhor visibilidade online!

Compartilhe: