Como ser mais organizado e produtivo em seu home office

01 mar, 2022

Compartilhe:

Até o início de 2020, trabalhar em home office era uma prerrogativa de poucos. No entanto, os tempos agora são outros e, quem ia cotidianamente a um escritório, agora foi convidado a permanecer – e trabalhar – em casa.

Para uns, foi um choque. Para outros, uma boa opção. Mas todos concordam em um aspecto – ninguém estava preparado para uma migração em massa, tal como a que aconteceu. Normal, portanto, que surgissem problemas – como falhas na conexão online até quedas abruptas na produtividade.

A tendência do trabalho remoto parece que veio para ficar. Então, talvez se possa aprender com aqueles que há muito tempo estão acostumados com essa rotina: profissionais liberais, como consultores ou corretores de seguro; prestadores de serviços terceirizados, como editores de vídeo ou produtores de conteúdo; investidores (seja no mercado de ações ou até em major sports); e por que não donos de suas próprias lojas online?

Veja abaixo algumas dicas, compiladas de especialistas, e faça de sua casa seu escritório longe do escritório.

Prepare seu espaço de trabalho

Quem trabalha em casa é unânime em afirmar que é preciso separar um espaço para seu trabalho. Se sua casa tem um quarto extra, ou uma garagem, ou ainda um canto da sala que possa abrigar permanentemente sua “escrivaninha”, perfeito. Se não há espaço disponível, a solução é criar locais intercambiáveis. A mesa da sala de jantar pode servir– até a hora das refeições. Idem com uma penteadeira no quarto: de dia e escritório, de noite volta a penteadeira.

Claro que quanto mais fixo for o ambiente, melhor. E se você perceber que seu emprego vai permanecer em home office ad infinitum, talvez valha a pena considerar uma reforma ou reorganização da residência para abrigar a nova necessidade.

Mantenha horários

Uma das grandes armadilhas do home office é o relógio. É fácil se deixar levar pelas tarefas e estender o trabalho noite adentro, ou até nos finais de semana. Seu empregador pode até gostar do seu esforço, mas isso certamente não é viável a longo prazo. Todo mundo precisa de descanso, e isso não significa apenas dormir. É preciso distração, ocupar a cabeça com outras atividades, como ver uma série favorita ou – quem sabe – encontrar amigos.

O ideal, portanto, é manter os horários que teria se trabalhasse de forma presencial. Com uma hora certa para começar (mesmo quando a cama está quentinha de manhã) e para terminar (mesmo quando você ‘está rendendo’). E paradas específicas para refeições (mesmo que elas sejam rápidas, já que você está do lado da cozinha). Tenha em mente que a rotina é amiga da produtividade.

Estruture-se

Muitos dos problemas do trabalho remoto vêm de uma estrutura inadequada. A conexão de internet é a grande vilã: imagine fazer reuniões virtuais com o sinal travando. Considere investir em uma internet mais rápida, preferencialmente com fibra – isso já elimina os perrengues de wi-fi versus paredes grossas.

Da mesma forma, seu computador tem que aguentar novos programas como Zoom, Microsoft Teams e outros do gênero. Se seu laptop é um fusquinha, que você só usava para ver e-mails e escrever no Word, está na hora de passar na concessionária e fazer um upgrade. O mundo digital é uma realidade da qual ninguém vai escapar. Até por isso, muitas empresas estão adotando benefícios com subsídios a novos equipamentos e à internet banda larga. Converse com o pessoal do RH, pois é interesse do seu empregador que você fique atualizado e produtivo.

Querida, escondi as crianças

É normal que um home office esteja perigosamente próximo a outros moradores da residência – mulher ou marido, vovó, crianças, cachorro... Nem sempre os convivas sabem que um trabalho produtivo necessita de tranquilidade, concentração e, principalmente, silêncio.

Então é importante que todos entendam que o espaço e o momento de trabalho são sagrados, e não devem ser invadidos. Requer algum treinamento em família, mas é melhor do que ter uma participação especial indesejada na sua reunião com a diretoria.

Receita do sucesso

Por fim, um último conselho, muitas vezes negligenciado: fique de olho na sua alimentação. No escritório, você saía para comer em algum restaurante por quilo, onde tudo já estava pronto, e a escolha era farta. Em casa, você tem que preparar suas próprias refeições e é fácil apelar para o delivery ou para os congelados – os dois são rápidos e práticos, mas não necessariamente saudáveis.

Tente organizar sua rotina – a amiga da produtividade – para cozinhar em sua hora de almoço (sim, você DEVE ter hora de almoço). Não precisa ser nada muito complicado, nem extravagante. Qualquer comidinha caseira funciona. E um funcionário bem alimentado é, sem dúvida, mais produtivo. Em casa ou no trabalho – que aqui é o mesmo lugar.

Assim fica mais fácil definir a cultura organizacional do seu negócio com o intuito de crescimento.

Compartilhe: